REFLEXÕES IMAGÉTICAS com Mark Greathouse

A contribuição da fotografia para a disseminação da Beatlemania nos EUA em 1964.

Os Beatles chegam para sua 1a turnê nos EUA, em 1964. Foto: Harry Benson

É inegável que uma das principais habilidades que devem ser cultivadas pelos fotógrafos é que chamamos de ACESSO. O acesso é simplesmente a capacidade que o fotógrafo desenvolve de se colocar no lugar certo e na hora certa.


Essa fotografia do jovem fotógrafo escocês Harry Benson é um claro exemplo disso. Enquanto a maioria dos fotojornalistas se matavam por um espaço no alambrado para registrar o desembarque dos Beatles em sua primeira turnê nos EUA, em 1964, Harry viajou para Londres e através de diversos contatos que havia criado ao longo da sua curta carreira até então, conseguiu autorização para viajar no mesmo avião da banda.


O resultado é a união de trabalho, planejamento e sim, um pouquinho de sorte: no momento que John, Paul, George e Ringo estão descendo as escadas em direção à uma multidão de repórteres e fãs frenéticos, Harry dá um assobio e registra em uma simples imagem toda a Beatlemania que invadia os americanos.


Sim, era sobre a música. Sim, era sobre os cabelos dos 4 rapazes de Liverpool. Sim, era a primeira viagem de uma das maiores bandas de rock britânico aos EUA. Mas foi também a capacidade fotográfica de fotógrafos como Harry Benson que ajudaram a criar essa Beatlemania e moldar parte da cultura americana nos anos 60.

8 visualizações

@2019 por Mark Greathouse

©Todas as fotos são de autoria dos professores da Ansel